Textos | Poerônicas | Cronesias.

Mês: dezembro 2010

Vai

Vai

      Então venho me despedir de você. Mas pode ficar sossegado que eu prometo, não vou chorar nem quase morrer porque estou cansada demais para gastar meu charme justo na cena da despedida.  Foi ótimo, foi incrível, foi mágico. Você me invadiu de […]

Procura-se vestido novo para rolar na grama.

Procura-se vestido novo para rolar na grama.

    Quando eu decido eu decido de verdade. Quando eu não quero ir eu não vou e pronto. Quando eu quero bancar a mulherzinha mimada, meu amor, não tem para ninguém. Vai, pensa “mulherzinha ridícula e cheia de vontades”. Aos cinco ou seis anos […]

E se você estivesse aqui?

E se você estivesse aqui?

Se você estivesse aqui agora o que seria de diferente? Não sei, mas penso tanto nisso que às vezes até parece que você de fato está. Você diria o que exatamente sobre todas as coisas, as decisões difíceis e as angústias que colecionei durante esses […]